Imagem capa - O que significa casar? por Marsala Memories
No que acreditamos

O que significa casar?


verbo transitivo direto e pronominaljuntar, agrupar por determinadas afinidades, ger. aos pares."c. pés de meia"
verbo transitivo direto, bitransitivo e intransitivo e pronominalunir(-se) por matrimônio."foi o padre que casou Maria (com João)" 
Dicionário do Google





Nós trabalhamos com casamento, mas o que ele significa para nós?



Casar significa, primeiramente, que duas pessoas se amam a ponto de desejarem uma convivência mais intensa, compartilhando coisas profundas, leves, legais, difíceis, devaneios e sonhos sem que se sintam oprimidos de qualquer forma.


Casar é criar espaço seguro, onde a troca é justa, te faz crescer e te tira da sua zona de conforto o suficiente para que se questione algumas certezas e se adaptem algumas opiniões. Casar é dividir as contas, as compras, a cama, o banheiro, a limpeza, as tarefas de casa, o pote de Nutella, o planejamento para as férias e também para o futuro, seja ele próximo ou distante.





Casar para nós é, principalmente, ter um parceiro de aventuras, que queira viajar sempre, entendendo que é mais do que uma necessidade, é uma forma de compreender que a vida é muito maior do que aquilo que vemos no dia a dia, que viver é muito mais que existir e que viver em constante estado de maravilhamento é uma absoluta necessidade e que não são necessários grandes feitos para que isso aconteça.





Casar também é conceder, é saber que as necessidades do outro precisarão estar acima das suas em alguns momentos, porque essa pessoa conta com você mais do que qualquer um agora. E isso deve acontecer sabendo que essa mesma segurança existe ao precisar do outro, é ainda compreender que na submissão existe liberdade, porque você pode confiar decisões importantes nas mãos daquele que você ama sabendo que ela fará o melhor que puder e que confia em você para fazer o mesmo.


Casar (e permanecer casado) é um ato de resistência em um mundo onde tudo que é complicado pode ser abandonado. Por isso casar também é respeitar as diferenças que sempre existirão e saber o que precisa ser ajustado na convivência a dois.


É formar uma família, mesmo que o núcleo principal tenha apenas duas pessoas. Casar é definir o que será feito junto, mas nunca se esquecer do que deve ser feito separado, porque a individualidade do outro é essencial. A independência é afrodisíaca, porque se você parar pra pensar bem, foi assim que o amor, a base do casamento, teve terreno fértil para brotar.